Search This Blog

Monday, January 25, 2010

23497

Olhando mansamente o teu olhar
Percebo quanto a vida se faz boa
E quando navegando a voz se entoa
No mar de teus prazeres; mergulhar,
Bebendo cada raio do luar,
Dos risos e dos gozos a canoa
Que vence as correntezas, logo aproa
No cais que imaginei sempre encontrar.
Vestindo esta emoção ser teu parceiro,
Vivenciando o gozo verdadeiro
De tantas ilusões, glorificado,
Agora não pergunto mais por que
Eu sei do amor imenso em que se vê
O mundo em pirilampos, estrelado...

No comments:

Post a Comment