Search This Blog

Wednesday, February 3, 2010

24097

Banhado em tantos prantos quanto sei
O dia em que talvez fosse feliz,
Espera uma alegria, a sorte diz
Do quanto se perdera noutra grei

O mundo que deveras procurei,
O encanto refugio e por um triz
O todo que em desejo e peço bis,
Não pode respeitar arcaica lei

E trama do futuro outro sabor,
Sem ter quase mais nada o que propor
Um torpe caminheiro segue só,

Da estrada que pensara redentora,
A senda que julgara salvadora,
Deixando a quem se deu, poeira e pó.

No comments:

Post a Comment