Search This Blog

Wednesday, February 17, 2010

24956

Carcomidos os olhos da esperança
Deixada nesta entrada sem saída
E quando mergulhando em despedida
À fúria terminal ora se lança

Deixando no passado a temperança
A sorte desta forma, vã, urdida
Imenso labirinto onde perdida
Uma alma tem o nada como herança.

Assim ao perceber final dantesco,
Após um leve instante em gozo insano,
Do quanto que não fui; já não me ufano

Às vezes tão venal ou quixotesco
Prazeres incontidos? Ilusão
As hordas de demônios mostrarão.

No comments:

Post a Comment