Search This Blog

Wednesday, February 10, 2010

24515

Distante do que trago aqui comigo
Felicidade é um sonho e nada mais
Pudera ter nos olhos porto e cais
Porém minha alma exposta ao desabrigo,
O quanto ser feliz inda persigo
E quando mais ausente derramais
Momentos tão doridos e jamais
Terei além da dor, medo e perigo.

Perece-se a ilusão a cada instante
E o dia que buscara radiante
Espalha-se sombrio em noite amarga,

E a voz que outrora fora mais possante
Agora tão somente uma farsante
A cada novo dia mais se embarga.

No comments:

Post a Comment