Search This Blog

Wednesday, February 17, 2010

24955

Extremas sensações que já sentiram
Os que perderam rumo pela vida
Por mais que a realidade nos agrida
Momentos mais felizes impediram

A queda que absoluta não nos deixa
Seguir a caminhada à qual destina
Mesmo que seja turva ou cristalina
Imersa em alegria, medo ou queixa.

Da paz à guerra um salto momentâneo
E nele este tropeço é natural,
Até que num instante, o terminal
Conheçamos enfim o subterrâneo.

Levando desta história dor e mel,
Seguindo pro vazio, Inferno ou Céu.

No comments:

Post a Comment